Decisões Favoráveis

Após realizar implante de marcapasso cardíaco, paciente é surpreendido com cobrança indevida. Plano de saúde negou a cobertura da prótese.
Medicamento Verzenios negado pelo plano de saúde. Operadora alega que não consta no Rol da ANS (DUT-64). Fique atento: a negativa é considerada abusiva.
Plano de saúde nega cobertura para ablação e crioblação, alegando que os procedimentos não constam no Rol da ANS. Justiça concede liminar.
Com a prescrição em mãos para o medicamento Ilaris (canaquinumabe), a paciente recorreu ao plano de saúde. Porém, teve o medicamento negado.
Tatiana Harumi Kota
Operadora cancela plano de saúde sem justificativa após morte do titular. Dependente era beneficiário de Plano de Saúde Individual Antigo.
Se há prescrição prescrição médica para tratamento com o medicamento Neulastim, o plano de saúde tem o dever de cobrir. Questione seus direitos.
Decisão Favorável – Tatiana Harumi Kota
A internação de urgência ou emergência deve ter cobertura após 24 horas da contratação. Plano de saúde deve garantir a cobertura emergencial.
Perfil Farmacogenômico, RGCC Onconomics e Teste Foundation One são testes genéticos para câncer de mama. Plano de saúde tem o dever de cobrir.
Em recente decisão, o juiz deferiu a tutela obrigando o plano de saúde a fornecer o medicamento Revolade (eltrombopague olamina) à paciente.
Ao solicitar a autorização para dar início às sessões de eletroconvulsoterapia, a paciente foi surpreendida com uma negativa de cobertura pelo plano de saúde.
WhatsApp chat