Saiu na Mídia

PL prevê cobertura obrigatória de planos depois de aprovação de medicamento pela Anvisa, sem análise da ANS
Por Tatiana Kota, advogada especializada em direito à saúde* | Veja Saúde
Por Rafael Robba
UOL | Thâmara Kaoru | 03.09.2020
Folha de S.Paulo | 29,08.2020 – Setor vê tentativa de parte dos usuários de manter serviços com planos coletivos, em alta.
Comentários de Rafael Robba, do Vilhena Silva Advogados.
ANS deve anunciar hoje que medida será estendida a todos os contratos e não mais apenas para os que ainda não tinham sido reajustados
ANS afirma que valores não adicionados esse ano serão aplicado no ano que vem; para advogado, consumidor corre risco de ter mega reajuste no ano que vem.
Falha nas informações prestadas pelo segurado afetam mais andamento de processos do que a morosidade da Previdência, segundo advogado.
Decisão tomada pela ANS na sexta-feira deve impactar 46,7 milhões de brasileiros
Para advogado, usuários devem aguardar novo posicionamento da ANS antes de pedir reembolso das mensalidades pagas com aumento
A 3ª Câmara de Direito Privado do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) determinou que um plano de saúde cubra a cirurgia de mastectomia bilateral masculinizadora em um paciente
WhatsApp chat